Olga por Fernando Morais

Olga Benário, um livro de tirar o folego…

Uma das melhores biografias que já li, uma história trágica, forte e envolvente. O livro fala sobre a vida de Olga Benário alemã, comunista e judia, que se envolveu com Luís Carlos Prestes, veio ao Brasil para lutar com ele pelos ideais comunistas.

Foi presa e deportada grávida para a Alemanha pelo governo brasileiro, na época o presidente Getúlio Vargas. Faleceu numa câmara de gás de um campo de concentração em 1942.

Jornalista, pesquisador e escritor, Fernando Morais expressou com sabedoria, simplicidade e grandeza todo o drama da profunde humana de nossa época. Entre a guerra pelo nazismo e a miséria de uma ditadura latino-americana, o autor descreveu a figura quase lendária de uma mulher que empunhou força e bravura de ideais generosos.

Esta é uma obra que conta a vida e a morte, que fala da coragem e da trágica morte de uma mulher incrível, um livro inesquecível.

É quase impossível não sofrer uma transformação após ler a história desta mulher sensacional que lutou por tudo que acreditava. Uma mulher que renegou o que a sociedade exigia. Uma alma nobre que largou tudo o que tinha para lutar pelos que não tinham.

Uma mulher incrível que lutou no sentido literal da palavra e não permitiu que ninguém interferisse nos seus objetivos e seus sonhos. Uma mulher que se apaixonou, amou e viveu seu amor. Uma mulher que sofreu as consequências erradas ao lutar pelo certo. Ela nunca foi protagonista em suas participações, mas sempre foi marcante e essencial para tudo que aconteceu.

Olga é um livro documentário. Alemã, judia, comunista e independente. É o relato de um jornalista sobre sua pesquisa a respeito desta nobre e grande mulher.

 “Iluminar, iluminar, essa é a minha missão e a do sol.”

Depois de ler Olga Benário, minha vida foi dividida em dois momentos:

 a.OB (Antes de Olga Benário) e d.OB (Depois de Olga Benário).

Antes de ler Olga eu acreditava em lutar pelo que pensava acreditar, eu pensava que batava seguir meus objetivos, meus sonhos de vida; eu acreditava na bondade humana, na igualdade de gêneros; eu acreditava na vida calma, individual, harmoniosa e feliz.

Após Olga, eu passei a questionar tudo isso. Eu comecei a lutar por tudo isso. Eu não mais aceitei que diminuíssem o que acredito e assumi em minhas atitudes com força e determinação. Eu segui meus sonhos e objetivos sem deixar que influências alheias interferissem. Eu passei a lutar pela minha vida.

Olga é aquela obra que deveria ser obrigatória. É o livro que conta uma história, impacta e emociona. Olga é quem eu admiro e quero ser todos os dias da minha vida. Olga é exemplo de ser humano, mulher, amante, mãe e sobre tudo de força, coragem e poder.

“Lutei pelo justo, pelo bom e pelo melhor do mundo. Prometo-te agora, ao despedir-me, que até o último instante não terão por que se envergonhar de mim. Quero que me entendam bem: preparar-me para a morte não significa que me renda, mas saber fazer-lhe frente quando ela chegue. Mas, no entanto, podem ainda acontecer tantas coisas…

Até o último momento manter-me-ei firme e com vontade de viver. Agora vou dormir para ser mais forte amanhã. Beijo-os pela última vez. Olga”

Livro altamente recomendável!

Adicione um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

error: O conteúdo está protegido !!
Copy Protected by Chetan's WP-Copyprotect.