Como eu peguei o livro Em maio de 2017 recebi um email de um ex-professor de ensino médio chamado George Rutter: “Eu tenho uma cópia do grande livro