Crepúsculo por Stephenie Meyer

A história começa quando Isabella Swan se muda para a sóbria cidade de forks e conhece o atraente e misterioso Edward Cullen, assim, sua vida dá uma guinada apavorante e emocionante. Bonito, com um corpo atlético, olhos claros, voz pausada e dons sobrenaturais, Edward é ao mesmo tempo impenetrável e irresistível. Acontece que até agora, ele tem conseguido esconder sua verdadeira identidade, mas jovem Belle está decidida a descobrir seu segredo sombrio…

Eu li todos os livros da saga, achei interessante, esses não foram por modismo e o resultado foi positivo. Não sei vocês sabem, mas Crepúsculo inspirou até a escritora de 50 Tons de Cinza. A autora pretendia inovar e conseguiu com maestria. Sorte a nossa, né!

O livro conta uma história leve sobre vampiros, uma trama de fantasia urbana, jovem e romântica, tipo água com açúcar, que foge da linha dark que conhecemos sobre essas criaturas. Isabella é uma jovem com quase dezoito anos, inteligente, introspectiva, e mais sensata que sua mãe. Assim, devido ao namoro de sua mãe com um jogador, Bella, foi obrigada a ir morar seu pai, Charlie Swan, o xerife de Forks.

Forks é uma cidade de clima duvidoso, é sóbria e estranha. A cidade possui alterações repentinas de clima e chove boa parte do tempo. Ela e o pai são tão parecidos que rapidamente se adaptam a essa fase juntos. Ela cozinha, cuida da casa e estuda. Ele continua  sua rotina na cidade, na delegacia e sempre tenta conversar com a filha, além de tentar desvendar o mistério dos ataques de urso que a cidade anda enfrentando. Que na verdade não são ataques de ursos e sim de vampiros.

No primeiro dia de aula de Bella, na única escola da pequena cidade com os meninos sempre animados com a “garota nova” e as meninas morrendo de inveja pela novata. E é aí que conhecemos a família Cullen. Eles são extremamente respeitados e temidos pela cidade. O mais novo, Edward, desperta a curiosidade de Bella, levando-a leva a pesquisar sobre eles, sobre histórias que ouviu e procurar ficar mais próxima do que deveria.

Desde o primeiro contato deles fica claro que o garoto esconde algo. Alice, irmã de Edward, age como se Bella fosse sua melhor amiga. Emmett e Rosalie são discretos e Jasper é um mistério até metade do primeiro livro. Os pais, Esme e Carlisle são amorosos e cuidadosos. Temos ainda La Push, uma praia de domínio indígena e parte do território dos Quileutes, uma tribo da região de Forks. Jacob Black é filho do líder da tribo e logo se torna um dos melhores amigos da Bella.

E logo isso se tornará um triângulo amoroso. James, um vampiro caçador, consegue ludibriar a todos e fazer com que Bella vá para perto dele. Ele quebra a perna dela e consegue mordê-la. Só que Edward chupa o local da mordida e retira o veneno. O problema é que, para ele, o gosto dela é irresistível e parar de bebê-lo não foi nada fácil, mas ele conseguiu! Ela foi para o hospital e se recupera. No final do livro, os dois vão ao baile do colégio juntos.

O grande charme do livro é o romance e a autora conseguiu atrair milhões de leitores ao redor do mundo com uma história que narra à jornada de uma garota que se apaixona por um vampiro, com isso vem o dilema de que ela não pode ficar com o garoto por qual é perdidamente apaixonada porque ele pode querer matá-la a qualquer momento. A linguagem do livro é fácil, a escrita é envolvente e os personagens são cativantes.

Eu amei!

Adicione um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

error: O conteúdo está protegido !!
Copy Protected by Chetan's WP-Copyprotect.