Cartas para Juliete por Lise Friedman

A lenda do casal apaixonado de Shakespeare atrai visitantes a Verona, na Itália, todos os anos. Todos os dias, cartas, que costumam ter como endereço simplesmente ‘Julieta, Verona’, chegam à cidade. Chegam aos montes, em quase todas as línguas possíveis e imagináveis, escritas por românticos que buscam os conselhos de Julieta. E, surpreendentemente, nenhuma fica sem resposta. Eu mesma tenho uma vontade louca de visitar Verona e vou se Deus quiser!

Em “Cartas para Julieta”’ conta-se a história dessas cartas e dos voluntários que vêm escrevendo respostas para elas durante mais de sete décadas. O livro reconstitui a história por trás da peça de Shakespeare e leva o leitor até os monumentos que alimentaram a lenda de Julieta e seu Romeu

Eu comecei a ler esse livro pensando que era um romance, pois assisti o filme originário do livro, mas o livro é a historia do Clube da Julieta. Desta feita, quando comecei a entender a obra e percebi à proporção que a historia de Shakespeare tomou fiquei fascinada. A linda cidade de Verona se entregou a paixão de Romeu e Julieta de uma forma tão avassaladora  que acabou passando isso para quem ouve falar sobre a cidade, lê este livro ou mesmo assiste o filme.

O clube que responde as cartas que são destinadas a Julieta se tornou uma parte de Veneza, é encantador aprender ainda mais sobre a historia da cidade que foi palco da maior romance da humanidade, assim como da própria historia e de suas inúmeras versões.

A maior impressão que o livro me deixou é a de que eu devo ler Romeu e Julieta muitas vezes porque sempre há algo novo nesta linda e triste historia e somente assim poderei entender porque milhares de pessoas escrevem todos os anos para Julieta em busca de amparo no amor, acreditando poder viver uma historia de amor tão intensa quanto a que teve o jovem casal. 

Conhecer a casa de Julieta onde as pessoas deixam seus recados, seu tumulo onde é celebrado muitos casamentos e o clube, é simplesmente fascinante e encantador, só não pode ser melhor é claro, que conhecer pessoalmente esses mesmos lugares. Desejo um dia conhecer pessoalmente o que conheci tão intensamente pelo livro. 

O livro nos revela um fato que não é do conhecimento de todo mundo, em Verona a famosa Julieta de Shakespeare toma vida através de pessoas que a consideram um símbolo do amor. Centenas de pessoas vão até a cidade para visitar os pontos importantes por onde creem que Julieta e Romeu passaram. E até o local em que ela estaria enterrada.

Mas conforme a pesquisa elabora por essas duas irmãs, fica claro que todas esses lugares são puramente simbólicos, eles existem nos dias de hoje, porque pessoas e turistas crêem que Julieta realmente existiu e que o trágico amor se passou como é contado por Shakespeare.

Afinal crer em algo é ter fé e esperança. Então mesmo que esse casal jamais tenha existido, ele é real para diversos indivíduos. E o amor de Julieta e Romeu, que vive através de suas secretárias tem ajudado diversos apaixonados no mundo, já que chegam cartas de todos os cantos do planeta.

Gostei de conhecer a história por trás desse casal, porque mesmo que eu não vá a Verona visitar pessoalmente cada ponto, pude viver através das palavras de Lise e Ceil o que é estar lá e viver esses momentos.

Hoje em dia há diversos livros inspirados em Julieta, assim, recomendo a leitura dessa obra, para as pessoas que apreciam a parte histórica desse casal clássico. Bom, eu nem preciso dizer que amei, é leve e um pouco meloso, mas história de amor romântico é assim mesmo. A leitura é agradável.

Boa leitura e boa viagem!

Adicione um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

error: O conteúdo está protegido !!
Copy Protected by Chetan's WP-Copyprotect.