A paixão Cristo por Ellen G. White

Ele sofreu para nós tivéssemos perdão. Este livro apresenta um panorama extraordinário dos últimos acontecimentos da vida de Jesus Cristo neste mundo. Nele o leitor se emocionará ao ler suas páginas.

Eis o livro:

É de noite na cidade santa de Jerusalém, sob o luar a cena começa com dois seres sobrenaturais. Jesus Cristo, o Deus Altíssimo encarnado, e Satanás uma criatura espiritual, que o ser humano talvez não tenha capacidade para compreender a grandeza da sua crueldade e maldade.

Inimigo do homem e de Deus desde há milénios, agora não se afasta do momento final de Cristo, antes da sua morte que está prestes a sofrer pelos pecados da humanidade. Uma morte violenta sofrida no mais Puro Amor.

As cenas que se seguem são de amargo sofrimento, para Cristo. Ele sofre traição do amigo, calúnias, escárnios, violências, abandono dos amigos, horríveis flagelações, terríveis pregos que acabam de arrancar a vida do maior ser que já pisou este mundo.

Estava tudo concluído, a culpa de Adão está paga, o inimigo antigo conhece uma fúria terrível, e agora os homens podem herdar a salvação de Deus e escapar às suas garras para sempre, isso se for a escolha do homem, pois somos livres até para escolher a condenação.

O Autor da vida está “morto”, seus amigos estão tristes, sua Mãe e seu discípulo amado estiveram ao lado dele até ao fim. Seu Corpo guardado num túmulo. A Ressurreição apresenta-se de forma suave e maravilhosa.

A pedra do túmulo é removida e nos mostrado, um dos poderes que Cristo Ressuscitado revela através da sagrada escritura, não está limitado pelo espaço, o seu corpo desaparece das ligaduras e reaparece ao lado, livre da dor e da corrupção mortal.

A Salvação brilha a sua Luz para os homens, para que busquem o Caminho da Salvação. A obra respeita muito a sagrada escritura, e algo que talvez impressiona é a crueldade e o escárnio dos soldados romanos que é simplesmente terrível.

O livro é muito bom, já o filme nem tanto, acho que teve muita sensibilidade desnecessária. Um filme de uma dramaticidade exagerada, mas pouco realista, pelo menos pra mim, sinceramente não é aquele filme que você desmaia, como tantos me disseram. Acho que as pessoas fazem muito alarme e estrondo, só isso.

Ainda prefiro a Bíblia e o livro.

Boa leitura!

Adicione um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

error: O conteúdo está protegido !!
Copy Protected by Chetan's WP-Copyprotect.