A luta pelo Direito por Rudolf von Ihering

O livro “A Luta pelo Direito” é um depoimento sensacional de alguém favorecido pela vida, extasiado pelas Leis e que pode compreende-las, lógico que devido a oportunidade de frequentar grandes escolas, participar de diversos congressos, conhecer renomados doutores e poder vivenciar as diferenças existentes no mundo.

O conhecimento do autor é tão grandioso que ele faz colocações impressionantes sobre a Luta pelo Direito, o que me leva a pensar; como as grandes massas populacionais teriam forças para lutar por algum direito que nem elas sabem que tem esse direito…tudo que as grandes massas sabem é procriar…pronto, falei…

Enfim, ao que me recordo, até pouco tempo atrás, as pessoas viviam oprimidas pela Igreja, pela Família, e pelo Estado, atualmente não é muito diferente, por exemplo, as leis são escritas de forma que não podemos compreendê-las, digo isso sendo estudante de Direito, é claro que há as exceções, motivo pelo qual os mais simples e menos esclarecidos nada reclamam, e sempre são prejudicados…. essa é a rotina da vida das grandes massas populacionais.

Em relação as leis, um dia desses em uma palestra jurídica, ouvi estas perguntas: Quem tem a Constituição Federal em casa e quem leu? Quem tem a Constituição Estadual em Casa, alguém leu? Quem tem a Lei Orgânica em casa, já lei esta lei? Perguntas dirigidas aos estudantes do curso de Direito, as respostas foram minguadas; agora, você consegue imaginar essas perguntas sendo dirigidas a Nação? Não, não é possível, seria uma cruel sem tamanho.

As Leis que regem nossas vidas, no mínimo deveriam ser escritas de forma compreensível a qualquer ser humano, a partir daí estar à disposição de todos e todos terem acesso a elas, de fato. São estas as razões que nos levam a entender que os legisladores não se importam com o povo, mas sim com seus próprios interesses e de alguns grupos, bem como, pessoas de grande poder aquisitivo, o que é muito triste.

Assim, quanto menos o povo entender, melhor para esses governos que anos a fio vem legislando em causa própria e de uma minoria de abastados. Quando ouvimos dizer que o Estado é Soberano, realmente é, vejamos o seguinte: antigamente os Suseranos ofereciam suas terras para os vassalos, e cobravam a metade da colheita, e hoje o que o Estado nos oferece? Para cobrar mais de 50% em impostos, onde está a diferença? Não vejo nenhuma, você vê?

Penso que se houve luta pelo direito estamos sempre perdendo, porém como a luta deve sempre existir, não podemos perder a esperança. Afinal, a esperança segundo o ditado é a última que morre.

Quando o autor se refere às palavras de Kant, ele diz que quem se transforma num verme não pode se queixar de ser pisado aos pés dos outros! Eu vejo muita gente ser pisada sem ter se transformado em verme, quando travamos uma batalha de igual para igual, há justiça na vitória ou na derrota, mas quando lutamos contra poderosos, não há honra, não há caráter, não há dignidade capaz de assegurar nossos direitos frente ao poder.

Eu acredito que à medida que o tempo passa e as pessoas passam a entender que o estudo se faz necessário para que possamos melhor entender nossos direitos e obrigação, a Luta pelo Direito será uma luta de todos, então com conhecimento e união a vitória será certa.

O conhecimento das Leis é tão importante para os seres humanos que deveria ser disciplina obrigatória nos cursos do ensino fundamental e médio, pois todo cidadão deve conhecer as normas que regem seu destino, determinam sua obediência e penhoram sua conduta, senão todo o direito, mas pelo menos os direitos fundamentais.

Bom é isso que eu penso e você?

Boa leitura!

Gostou?Então, espalhe esse post por ai!

Tags:

Adicione um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

error: O conteúdo está protegido !!
Copy Protected by Chetan's WP-Copyprotect.