A Espera de Um Milagre por Stephen King

Assisti ao filme primeiro, depois fui ler livro. Uma história linda e muito triste. O cenário é o Corredor da Morte de uma prisão do sul dos EUA, em 1935. A obra À Espera de Um Milagre é a adaptação para o cinema do romance best-seller de Stephen King, este publicado em 1996. Isso eu não sabia.

A história é o relato de um guarda da prisão que tem uma amizade incomum e comovente com um preso, este possui um dom misterioso e sublime. O relato à Espera de Um Milagre é contado em flashbacks por Paul Edgecomb à sua amiga Elaine Connelly. Edgecomb trabalhou como o guarda chefe do Corredor da Morte na Penitenciária de Cold Mountain.

Na Penitenciária de Cold Mountain, Paul após acompanhar muitos presos em sua última jornada, sendo que a sua tarefa era cuidar de quatro assassinos que aguardavam sua caminhada terminal pelo Green Mile (corredor), que leva os presos de suas celas até a cadeira elétrica na data da sentença.

Lá ele conhecera um condenado o Coffey, este além de ter natureza simples e ingênua, tinha um medo excessivo do escuro; este preso, tinha sido condenado por ter matado duas gêmeas de nove anos.

Coffey, era calmo e intrigante, parecia possuir um dom sobrenatural. Desta feita, Edgecomb começa a questionar se Coffey foi realmente o culpado do assassinato das duas meninas e acaba por descobrindo que ele Coffey era inocente, porém a descoberta de Edgecomb chega tarde demais. Esta e outras nuances da narrativa o leitor vai delineando ao ler o livro, entre muitas lagrimas e milagres, vai viajando no mundo da espiritualidade e bondade humana, mas não deixa de se deparar com o outro lado, o maldade, a perversidade e todo o lado negro que infelizmente nos possuímos.

Um bom livro.

Adicione um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

error: O conteúdo está protegido !!
Copy Protected by Chetan's WP-Copyprotect.